quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Estatísticas populacionais

A desertificação do interior do país é um facto, sabe-o bem Peralcovo, mas também toda a freguesia de Campelo e os concelhos de Figueiró dos Vinhos e de Castanheira de Pera.

Apresentamos alguns elementos estatísticos sobre a freguesia de Campelo e o concelho de Figueiró dos Vinhos.


Freguesia de Campelo
Anos
N.º de Fogos
N.º de Lugares habitados
N.º de Habitantes
Observações/ Fontes
Total
Varões
Mulheres
 
1757
240
 
 
 
 
Cura (pároco) de Campelo
1758
 
23
 
 
 
Cura (pároco) de Campelo
1864
 
 
1.766
 
 
Recenseamento
1874
590
 
 
 
 
Recenseamento
1878
 
 
1.944
 
 
Recenseamento
1890
 
 
2.158
 
 
Recenseamento
1900
 
 
2.266
 
 
Recenseamento
1911
 
27
2.233
 
 
Recenseamento
1920
 
 
2.056
 
 
Recenseamento
1930
 
 
1.634
 
 
Recenseamento
1940
587
 
2.006
932
1.074
(489 famílias). Recenseamento
1947
 
31
 
 
 
Jornal “Comarca de FV
1950
 
 
1.862
 
 
Recenseamento
1960
 
30
1.479
 
 
Recenseamento
1970
 
 
966
 
 
Recenseamento
1981
 
 
648
 
 
Recenseamento
1991
 
 
465
 
 
Recenseamento
2001
 
15
359
 
 
Recenseamento
* "Tempos Antigos da Região de Campelo", José dos Santos Matos de Carvalho publicado no "Boletim da Casa da Comarca de Figueiró dos Vinhos", Maio de 1957.
** Extraído de "Monografia do cConcelho de Figueiró dos Vinhos", Jorge Gaspar e outros, 2004. Os quatro quadros seguintes são também extraídos desta obra.
*** INE, Censos 2011.

 
 



 

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Posto Aquícola de Campelo - o projeto Ecotone

O Posto Aquícola de Campelo (pelos vistos a nova designação do que  conhecíamos até agora por "viveiro de trutas de Campelo"), continua em obras de recuperação e adaptação a novas funcionalidades.

O  novo projeto que alberga pode ser conhecido no site http://ecotone.pt/






É certamente desejo de todos os 'campelenses' que este projeto se traduza em postos de trabalho locais, bem como em visitas de turistas, atraídos também pelo restaurante que tarda em reabrir.

VIII Feira de Doçaria Conventual

Realizou-se no fim de semana de 2 e 3 de Novembro no Convento de N.ª Sra. do Carmo em Figueiró dos Vinhos, a VIII Feira de Doçaria Conventual:





Valeu a pena conhecer também um bocadinho melhor o Convento de N.ª Sra. do Carmo:






domingo, 3 de novembro de 2013

Dia de Finados

Apesar desta anormalidade de (des)governo ter abolido o feriado de 01 de Novembro, data em que tradicionalmente muitas famílias se deslocavam para as terras de origem para  homenagear os seus ente queridos aí sepultados, em Campelo a tradição sobreviveu.

No dia 01 de Novembro as famílias prepararam as campas dos seus familiares, com flores e lamparinas que se mantiveram acesas durante a noite; às 15H00 do dia 01 foi mesmo realizada a missa de Finados.

 

 

Os meus familiares mais próximos sepultados em Campelo são a minha avó paterna e um dos seus filhos (Alfredo).

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Esquilos em Peralcovo

Num dos fins de tarde da semana passada, estava sentado frente à capela quando a minha cadela Janis começou a ladrar intensivamente - tinha descoberto um animal para ela desconhecido, a saltar de acácia para acácia: um simpártico esquilo.

Não consegui tirar fotografias de maneira que me socorro de imagens da Net:

 

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Obras nos viveiros de trutas de Campelo

Para além de alguns trabalhos de adaptação já efetuados - colocação de guardas em acrílico nos tanques p. ex.,  prosseguem obras de recuperação mas, julgamos, também de adaptação a novas "funcionalidades" nos viveiros de trutas de Campelo.





quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Museu e Centro de Artes

Foi inaugurado no passado dia 24 de Junho o novo edifício do Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos, bem como a restauração do "Casulo" de José Malhoa (atualmente também Posto de Turismo), situados no mesmo recinto.



Há dois dias atrás tivemos oportunidade de fazer uma visita muito rápida, muito por "viva sugestão" das simpáticas funcionárias do museu que incentivaram, documentaram, enfim, fizeram mesmo muito bem o seu trabalho - atrair visitantes, envolve-los, incentivá-los a conhecer, participar e visitar o espaço. Parabéns.





Mesmo rápida, da visita ressalta mais um valioso equipamento para Figueiró e sua região, e, no que se refere ao novo edifício do Museu/Centro de Artes, uma arquitetura muito "simpática" (este é um termo de leigo, desculpem os entendidos), em especial nas soluções de iluminação natural e na acessibilidade total ao edifício.















 E algumas fotos do "Casulo":